PES 2020: Ideias para o modo Liga

O PES na minha vida e clube brasileiro cionfirmado em PES 2018

 
 
 
 
Fala rapaziada , beleza ? Hoje trago um pequeno relato do colaborador Ricardo , na qual ele relata sua história com a franquia da Konami e clube brasileiro confirmado em PES 2018.
 
 
Eu nasci e cresci em Taubaté, interior de SP, e meu pai sempre jogou e assistiu futebol comigo. Desde criança eu era levado pelo meu pai ao campo para “vê-lo” (eu pus entre aspas porque eu ia lá pra brincar) jogar e sempre me fascinei por isso. Pela grama, pelo esporte, os gols, as jogadas plásticas, as defesas dos goleiros, as bolas roubadas, enfim, pela beleza desse esporte. Nada mais comum a alguém que cresceu dessa forma, que se interessasse pelo futebol também e foi isso que aconteceu comigo.
Já o mundo dos videogames foi apresentado a mim aos 5 anos de idade, quando eu e meus irmãos ganhamos um Atari 2600. Era ainda um embrião do que temos hoje, em termos de consoles, mas, pra época, era sensacional e, daquele dia em diante, a minha relação com os videogames sempre foi muito próxima.
Aos 8, 9 anos, com o surgimento do Master System, começaram a surgir alguns joguinhos de futebol muito interessantes e, como não poderia deixar de ser, eu queria jogar um jogo de futebol, claro, que sempre foi a minha paixão.
Nos anos que se passaram e com a melhora dos videogames (Nintendo, Mega Drive, Super Nintendo, etc...), os jogos também iam evoluindo, mas todos com alguns graves problemas, distanciando-os demais de algo que a gente pudesse comparar com o futebol real.  Joguei o Super Football, Konami Soccer, Goal, Soccer Shootout, Hyper Formation Soccer, etc, até conhecer o famoso International Superstar Soccer que, posteriormente, ganharia uma belíssima continuação. O International Superstar Soccer Deluxe.
Esse jogo foi, realmente, um divisor de águas no mundo do futebol virtual.
Depois de mais algum tempo, no Nintendo 64 veio um jogo de futebol muito bom e depois dele, no Playstation, surgiu algo que seria, pra mim, a revolução na área do futebol virtual. O Winning Eleven.
Eu me lembro como se fosse hoje a primeira vez que vi esse jogo. Eu pegava ônibus todos os dias para ir para a escola e, na rodoviária da cidade, tinha uma loja de games chamada “Cobrinha Games” e que sempre deixava os jogos passando na tela da TV deles e seus funcionários, quando não estavam jogando, estavam mostrando os jogos aos clientes. Num desses dias em que eu estava passando na frente da loja, vi um jogo de futebol sensacional ! Um campo grande, com proporções reais, com uma movimentação incrível, jogadores famosos da época (Ronaldo, Roberto Carlos, etc) e uma narração muito empolgada de um narrador japonês que vocês devem imaginar quem é. Eu fiquei sem palavras ao ver aquilo... Foi uma explosão na minha cabeça... Fiquei maravilhado com aquele jogo... O WE criou também uma coisa que não havia sido criada até então. O “through pass” ou “passe em profundidade”, tão usado até hoje na franquia.
Meus amigos também estavam em polvorosa para poder jogar esse jogo e, depois de algum tempo, um de nós comprou o jogo e a galera toda se reunia na casa dele para jogar. Fazíamos pequenos torneios que tinham estatísticas e tabela toda anotada com papel e caneta (resultados, gols, assistências, gols em casa, gols fora, etc)... Tudo no improviso mesmo. Rolava aquela reunião na casa desse nosso amigo e, no fim das contas, passávamos o dia todo ali, jogando brincando, conversando e “filando a bóia” na casa dele (coitada da mãe dele que alimentava todo mundo e nunca tinha sossego).
Nas versões que se passaram, no Playstation 2, por exemplo, eu tentava acompanhar o lançamento do jogo, indo na casa do meu amigo Thiago “Sabones” Arouca (@sabones_BR) que tinha um baita computador e que tinha gravador de CDs. Ele conseguia o jogo e gravava pra mim, que ia embora feliz da vida para jogar a nova versão de PES (toda em japonês). Fiz isso em várias versões do game. Sempre em contato com esse amigo para poder pegar o jogo em primeira mão e perdendo horas intermináveis na Master League, em que vc começava com aqueles “famosos” jogadores (Minanda, Castolo, Ordaz...) e também EDITANDO os nomes dos jogadores e seus uniformes... Foi uma época de muita diversão.
Após o Winning Eleven 10, eu não tive condições de ter um videogame até o ano de 2012, quando passei num concurso e, depois de anos, pude voltar a jogar a franquia. Eu comprei um Xbox 360 e, com ele, o PES 2012. Joguei a Libertadores, a Champions League, vários campeonatos offline e tentei jogar a MLO (Master League Online), mas só tomava cacetada... Tive até que desistir e recomeçar a MLO, pois eu não conseguia me adaptar. Apanhei tanto nesse modo de jogo que, depois que eu fiz tudo o que dava pra fazer off-line, acabei largando o jogo e só voltei a jogar esse modo depois de comprar o PES 2013.
Nessa nova versão do jogo, pra não apanhar tanto na MLO, eu decidi pesquisar na internet algum tutorial para poder me adaptar melhor e tentar, finalmente, ter êxito nele. Passou a ser uma questão de honra. Eu sempre joguei futebol virtual e, agora que o jogo estava muito mais legal de se jogar eu iria desistir ? Nada disso !
Pensando em me dedicar à MLO, pesquisei na internet sobre ela e achei o canal do Charlez Bronson (@CharlezBronson), que tinha muitas informações sobre isso. Táticas, formações, dicas de jogadores bons e baratos, enfim, tinha todas as informações que eu precisava para conseguir jogar bem esse novo modo de jogo e, seguindo essas dicas todas, consegui jogar esse modo em alto nível (só perdia para pro players)
A MLO do PES 2013 era algo tão viciante que eu passava das 21:00 às 03:00 da manhã, todos os dias, mesmo tendo que acordar às 08:00 para trabalhar no dia seguinte. Esse modo era muito legal e, todos os meus amigos que jogavam PES concordam que foi uma das melhores épocas na franquia.
Em 2014 e em 2015 eu fiquei um pouco afastado da franquia, mas em 2016 e 2017, voltei a jogar com frequência e, de lá pra cá, passei a ir nos eventos de lançamento do PES, graças ao Luciano Coelho (@lucianomcoelho), meu amigo da Live (Xbox) há alguns anos.
Lá no evento, conheci muitas personalidades do jogo. Produtores, funcionários da Konami, narradores, comentaristas, youtubers, pro players e acabou surgindo na minha vida uma galera que compartilha comigo de tudo isso que eu acabei de descrever. O amor pela franquia Pro Evolution Soccer e que, de alguma forma, teve sua vida modificada por isso.
Por isso tudo eu continuo fã da franquia e sempre torcendo para que ela siga crescendo para que nós, fãs, sejamos agraciados ano após ano, podendo nos divertir com esse game que merece sempre estar no topo.

Clube Vitória da Bahia assina contrato com a Konami até dezembro de 2018 e confirma presença em PES 2018 e PEs 2019 : Segue a nota feita pelo clube :

A maneira que o Esporte Clube Vitória encontrou para garantir presença nos games mais famosos do mundo do futebol foi através do licenciamento parcial. Ou seja, em 2018, o clube participará com o escudo e as camisas oficiais do FIFA 18 e do PES (Pro Evolution Soccer) 2018, independente dos jogadores. No licenciamento total, os fabricantes recebem autorização dos jogadores para o uso da imagem, no entanto, o licenciamento parcial é uma tendência entre os clubes.
Apresentados na feira especializada em games E3 2017 há pouco mais de um mês, em Los Angeles, como algumas das principais novidades do mundo dos jogos eletrônicos, o FIFA 18 da EA Sports e o PES 2018 da Konami chegam no Brasil em 29 e 12 de setembro, respectivamente, com algumas novidades e o Vitória estará nos dois.
O FIFA 18, referência no realismo em games de futebol, traz novidades no controle de bola, agora, mais solta como no futebol real, melhoria de gráficos, dando mais definição e conta com a versão Switch, o novo console da Nintendo. O Vitória tem contrato vigente até junho de 2018.
O PES 2018 também aprimorou gráficos mostrando detalhes de pele, feições, cabelo que podem ser notados em momentos de bola parada. O game possui ainda mais duas novidades. A Konami fechou uma parceria com o velocista Usain Bolt e o atleta será um dos jogadores disponíveis para o jogo. A outra boa nova é que o título resgata elementos e funções que não eram vistas na série desde 2006, como um modo de três contra três. O rubro-negro baiano renovou o contrato até dezembro de 2018.
Os modelos dos uniformes da temporada já foram enviados, assim como a relação dos jogadores com a numeração. Agora é só aguardar setembro e torcer pelo Leão também em modo virtual!


PESTEAMBR 
AF GAMEPLAY : https://www.youtube.com/user/afgame10

BINHO PLAYER / PLAYER GAMES E MÚSICAS : https://www.youtube.com/user/BinhoOoP...

BLOG TEM FUTEBOL : http://www.temfutebol.tk/search/label...

CANAL DOS BOLEIROS : https://www.youtube.com/user/CanalDos...

D.R 18 GAMER : https://www.youtube.com/user/darllanprn

FELIPLAYZ : https://www.youtube.com/feliplayz

FIFA-PES NEWS BRASIL : http://fifa-pesnewsbrasil.blogspot.co...

HENRIQUE GAMER 93 : https://www.youtube.com/user/Henrique...

NANDO LEK BRASIL : https://www.youtube.com/user/nandolek...

NIL GAMER BR : https://www.youtube.com/user/NILGAMERBR

NOTAG GAMES : https://www.youtube.com/user/NoTagGames

PES FC PLAY : https://www.youtube.com/channel/UCS51...

PIERRE PLAYER : https://www.youtube.com/channel/UCwCI...

SHAMAM GAMES : https://www.youtube.com/user/ShamamGames

THE GAMES PLAY : https://www.youtube.com/user/TheGamesPay

TODOWEBRASIL : http://todowebrasil.blogspot.com.br/

TUDO DE PES : https://www.youtube.com/user/brenerdias1

WEBROTHERS : http://www.we-brothers.net/  


Comentários